ADVOGADO: DESCUBRA AS NOVAS OPORTUNIDADES DO MARKETING JURÍDICO COM O BIG DATA

Você já ouviu falar do termo “Big Data” e então, o que é isso? De um modo geral, o termo refere-se a informações digitais que são muito abundantes e difíceis para uma pessoa rastrear. No mundo do marketing, o Big Data é obtido a partir do comportamento online dos clientes em potencial onde quer que eles possam ser encontrados. O software digital de inteligência artificial procura os locais online que determinados consumidores visitam, em busca de pistas sobre o que elas gostam e a probabilidade de comprá-las.

Você pode ver que, para muitas empresas o Big Data é um grande negócio. Na verdade, muitos grandes escritórios de advocacia estão começando na tendência do Big Data. Eles o usam não apenas para encontrar clientes, mas também para pesquisar e definir valores para seus serviços.

Seu escritório de advocacia já pode entrar na era Big Data?

Bem, para pequenos escritórios os custos podem ser ainda elevados para ser útil.Mas existem algumas técnicas semelhantes que seu escritório pode usar para coletar informações sobre possíveis clientes. Chame de “poucos dados”. Esses são os padrões menores que seu escritório pode identificar entre seus clientes existentes que podem influenciar ou melhorar sua experiência de marketing e do cliente.

Por exemplo: Se você tem uma recepcionista ou alguém que cuida do atendimento, pergunte a essa pessoa o que ela mais ouve. Particularmente, ouça tendências – palavras-chave ou frases repetidas que muitos clientes em potencial podem usar quando estão aguardando por uma consulta em seu escritório ou em possíveis conversas pelo telefone.

Você também pode simplesmente revisar os fatos recentes. Veja os últimos vinte clientes que você teve em uma área de prática ou um tipo de caso que gostaria de ver com mais frequência. Mapeie alguns dados demográficos básicos sobre esses clientes: sexo, nível de renda, nível de escolaridade, profissão, status familiar, etc. Procure tendências lá – a maioria de seus clientes estava dentro de certa faixa etária, eles tendem a viver em uma área específica? E em seguida, use essas informações para moldar seus próximos impulsos do marketing jurídico.

Sempre que encontrar algum novo insight, compartilhe esse conhecimento com todo o seu escritório. Nos cenários acima, o objetivo seria educar sua equipe para que todos os colaboradores voltados para o cliente possam implementar esses dados.

Se você está executando o conceito “Big Data” para obter “poucos dados”, pense em como você pode usar as informações disponíveis. Combine-os com seus pontos fortes, como atendimento personalizado, especialidades em suas áreas de atuação e também sua boa localização. Esses são dados nos quais escritórios de advocacia podem se destacar.

Lembre-se, os dados não precisam ser grandes para serem úteis. Feito corretamente, os “poucos dados” podem produzir grandes resultados.

Você tem alguma pergunta sobre esse assunto?

 

Fonte: Jusbrasil

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.